PUBLICIDADE

domingo, 26 de março de 2017

BANDIDOS SANTARENOS DE ALTA PERICULOSIDADE, UM DELES FORAGIDO DA JUSTIÇA FORAM PRESOS EM ITAITUBA


bandidos mocorongos se deram mal em Itaituba

Os bandidos de alta periculosidade de estão vendo em Itaituba uma boa alternativa para a prática de crimes.   Mas só não contavam com a eficiência e ação rápida do serviço reservado do 15 BPM que localizou e desfez o ninho de pilantragem deles. 

Derick Dael Martins da Silva, 24 anos, foragido da justiça de Santarém e Daniel Silva de Sousa, de 32 anos, ganhou liberdade recente, mas teve recaída de saudades e resolveu voltar de novo. Que



 



Derick Dael Martins da Silva, é morador do bairro Jutai, 24 anos,, morador seu sócio no submundo do crime; Daniel Silva de Sousa, de 32 anos,  do  Santa Clara, na cidade de Santarém.   Pela extensa ficha de crimes da dupla a policia suspeita que eles tenham praticado assaltos na cidade e estariam planejando novas paradas. Pegos de surpresa os bandidos não tiveram tempo de esboçar nenhuma reação.  Com os criminosos foi encontrado um revólver calibre 38  (numeração raspada) munições entre eles uma de uso restrito próprio para fuzil.



 
38 com munição estava com Derek
Quando o escrivão Haroldo entrou no sistema e pesquisou o currículo da dupla encontrou extensa ficha criminal da dupla. Derik estava cumprindo pena em Santarém, mas deu o pinote veio para continuar assaltando em Itaituba, tendo inclusive contra ele um mandado de recaptura. 

O outro bandido estava cumprindo pena em Santarém, mas foi solto e estava com seu alvará de soltura, mas antes teria ameaçado de morte um policial daquela cidade.  Os dois são considerados bandidos frios e violentos da mais alta periculosidade e ao serem presos estavam arquitetando mais alguma ação criminosa na cidade.



 



 

OPERAÇÃO SOSSEGO ESTÁ NAS RUAS E CRIMINALIDADE COMEÇOU A CAIR

dupla estava de posse desse revólver calibre 38

Dados da Segup revelam que em 2015 foram registrados 486 casos de roubo, esse número aumentou para 710 em 2016 e só nos primeiros três meses de 2017 já foram registrados 138 casos em nossa cidade.   Esses números extrapolam todos os limites de quesito de segurança e bem estar ao cidadão. 

Representantes do Fórum de entidades mobilizaram a cidade e resultados aparecem

As situações mais graves, como os homicídios, também aumentaram. 

 

 De 2015 para 2016 foi de 55 para 56 mortes. E desde o começo deste ano, o registro de 12 homicídios assusta a população. Para mudar esse cenário negro e preocupante as entidades e a população acordaram e saíram à rua para protestar principalmente contra o governo do estado que abandonou Itaituba. 

policias civil e militar fazendo bom trabalho

A elevada demanda de crimes sem perspectivas de melhorar levou o Fórum das entidades a conclamar a população de um modo geral para protestar nas ruas, principalmente os comerciantes que estão sendo prejudicados com o medo da população que se reprime com medo de entrar para a estatística dos homicídios ou assaltos a mão armada.

 
delegado Rafael considera fundamental apoio da sociedade
E pelo jeito os dois protestos,  as ações do Fórum das entidades já começaram a surtir efeito, tendo em vista que foi deflagrada a operação batizada de “Operação Sossego” que vem realizando um verdadeiro pente-fino em toda a cidade, fazendo abordagens em bares e todos os estabelecimentos a noite que tenham eventos. A operação vem sendo intensificada numa força tarefa que reúne 15º BPM, DETRAN, Juizado de menores, Conselho Tutelar, Policia Civil entre outros órgãos como SEMMA municipal. 

Apenas o município está omisso com a ausência da COMTRI que não está participando da força tarefa porque segundo informações o prefeito Valmir Clímaco por contenção de despesas não quer pagar horas extras e os agentes ficaram de fora da operação.   Após o protesto, as polícias Militar e Civil realizaram a primeira operação de redução da criminalidade na cidade.    A ação contou com o apoio do Corpo de Bombeiros, Conselho Tutelar, juizado de menores, Corpo de Bombeiros, Secretaria de Meio Ambiente e DETRAN.

 A operação esteve nos bares, casas de shows, motéis e ruas, fazendo revistas, procurando armas, verificando documentação de veículos e de pessoas suspeitas. A operação sossego acontece nos finais de semana iniciando na sexta e terminando só na madrugada de domingo para segunda.  Pela manhã são feitos os processos administrativos na 19ª Seccional de acordo com cada modalidade de crime reprimida no período da noite/madrugada. 

Muitos bares foram fechados pro não estarem com as licenças exigidas por lei. Para o agente Oclénio do DETRAN a operação vem surtindo efeito já que já se observou uma redução nesses últimos dias de demanda de crimes. Na operação sossego desta semana iniciada sexta 25 até a manhã deste domingo não foi constatada nenhuma morte nem em trânsito nem homicídios comuns.

 A operação sossego fazendo um balanço informou ao nosso blog e ao Impacto que foi apreendido um revolver calibre 38 com cinco projéteis, sendo que dois deles estavam deflagrados. Mas os dois homens encontrados com as armas tiveram prisão preventiva decretada não cabendo fiança porque a arma está com numeração raspada.

 Com a arma foram presos Derik Nael Martins de Oliveira, solteiro 24 anos, foragido da Penitenciária Cucuranã de Santarém, Daniel Silva de Souza, de 34, mas também estão presos dois homens são de Santarém e residem respectivamente nos bairros Santa Clara e Jutaí.  A operação sossego continua até na manhã desta segunda dia 27 e pela PM o comando da operação com dez homens está sob comando do Tenente Cássio.

sábado, 25 de março de 2017

CIDADE CONTRA O CRIME:POPULAÇÃO VAI AS RUAS PROTESTAR CONTRA INSEGURANÇA

diversas empresas apoiaram o movimento
Pela segunda vez o Fórum das entidades de Itaituba  conclamou e a população desta vez atendeu em massa e foi as ruas protestar contra o estado de abandono a que está relegada a cidade no que se refere à segurança pública. 

cartazes criticam insegurança
  O elevado índice de roubos e assaltos está forçando o Itaitubense a mudar sua rotina de vida e com isso o comércio vem sentindo o Impacto, inclusive com fechamento de diversas empresas. 

 Algumas já foram assaltadas mais de uma vez.  O comandante geral da policia militar esteve em Itaituba, mas não trouxe alento nenhum  já que sua vinda serviu apenas para desfiar Rosário de crise alegada pelo estado que assume sua impotência em não combater a criminalidade por falta de logística. 
saindo pela João Pessoa percorreu a cidade

O 15º BPM tem feito seu trabalho, mas esbarra na limitação do seu efetivo que tem que dar proteção à cidade e as centenas de comunidades e áreas garimpeiras.  O movimento tornado um ato de protesto saiu às 17 horas de sexta feira dia 24, da Praça do Cidadão caminhando por diversas ruas da cidade. 
 
as crianças também participaram do ato
 No protesto vários empresários liberaram seus funcionários para fortalecer o movimento o que ajudou a dar musculatura ao protesto com
empresários se conscientizam dos perigos da insegurança
presença expressiva, aonde os manifestantes levaram faixas e cartazes com frases pedindo paz, criticando O Estado.  
 
OAB e Consórcio Tapajós irmanados na causa
 Um carro de som serviu de apoio aos discursos aonde os presidentes da CDL, ACI, OAB, Consórcio dos Tapajós entre outras entidades fizeram seu desabafo cobrando principalmente dos dois deputados eleitos pela região Hilton Aguiar e Francisco Chapadinha, execrando também o governador Simão Jatene literalmente pelo compromisso do Estado já que entendem que Itaituba está abandonada a sua própria sorte.
a força das mulheres fortaleceu movimento

essa empresária foi assaltada duas vezes sob mira de revólver
 Uma empresária do ramo de farmácia, por exemplo, disse a nossa reportagem que sua empresa foi assaltada duas vezes passou por momentos de pânico sob a mira de um revólver quando dois bandidos chegaram subitamente de moto e roubaram celulares , dinheiro e outros objetos.

 O fórum das entidades composta por diversas entidades deixou evidente a necessidade desse protesto para tentar sensibilidade para que o estado mande mais homens para melhorar o efetivo das policias civil e militar,  assim como também dá logística de trabalho aos policiais que trabalham com muitas dificuldades.

 Por onde o protesto foi passando a população aplaudia e ia também acompanhando. Registramos vários trabalhadores com uniformes de suas empresas presentes no ato de protesto, entre elas clima frio, Zum Autran Tintas, Ourominas, Teletrin etc...

PROGRAMA PARÁ PROFISSIONAL QUALIFICA 84 TRABALHADORES EM MIRITITUBA. ENTREGA DOS CERTIFICADOS FOI NESTE SÁBADO, 24 NA CÃMARA DE VEREADORES




Para vencer distâncias e desigualdades sociais no território Paraense através da LEI nº 8.427, de 16 de Novembro de 2016, O governador Simão Jatene criou o Programa de Educação Profissional e Tecnológica com o sugestivo nome de “Pará Profissional,   sendo considerado um dos principais instrumentos de superação de desigualdades inter-regionais. 


composição da mesa no evento
 Na região oeste do Pará,  Miritituba,  distrito de Itaituba palco dos grandes investimentos como corredor de exportação de grãos já foi beneficiado pelo Programa que qualificou cerca de 84 trabalhadores.


Autoridades presentes na entrega de certificados na Cãmara
Coordenado pela Secretaria de Estado de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Técnica e Tecnológica- SECTET, que tem como reitor Alex Fiuza de Melo, promoveu desde outubro o cursos profissionalizante promovido pela Hidrovias do Brasil em parceria  com Amport  e SENAI de Santarém cursos profissionalizantes contemplando 5 turmas.

instrutores contratados pelo SENAI, todos de Itaituba
funcionários das Hidrovias com qualificação via SENAI
 Para efetuar a entrega dos certificados, Luis Blasques representando Alex Fiuza de Melo esteve em Itaituba participando da solenidade no plenário da Câmara de vereadores, na noite desta sexta feira dia 24.

a mesa foi composta pelo vereador Luiz Fernando Sadek,  o diretor da IFPA, Lucivaldo  Cruz, Erivaldo Benit ( Etepa) Marcos Vinolio, gerente da AMPORT,

Bruno Rolim representando o prefeito Valmir Clímaco ,   Davi Salomão vereador representando presidente da Câmara, sub prefeito de Miritituba João Pádua, Peter Hugo Casera,  diretor do SENAI, Aníbal Mauricio , Hidrovias do Brasil  entre outros.



 Os oradores elogiaram a iniciativa da SECTET pela ação que minimiza a carência de mão de obra local.   Luis Blasques fez um resumo sobre a atuação do governo do estado através do projeto considerando um grande avanço que visa suprir a ausência de escolas técnicas em diversos lugares.


Os cursos ofertados foram todos dentro das necessidades imediatas das
importante iniciativa para gerar qualidade e produtividade
empresas instaladas em Miritituba,  e pelo sucesso do projeto foi assegurado pela Hidrovias, Amport , Senai e demais parceiros que nesse ano virão mais cursos para atender a demanda no processo da qualificação para as empresas portuárias e outras empresas já existentes em Itaituba, Miritituba e imediações.  


  Como o aspecto foi positivo dentro da Logística Portuária, novos cursos virão para contemplar outras cadeias produtivas além de Miritituba.

sexta-feira, 24 de março de 2017

BOI DE OURO, A SENSÃÇÃO DA CARNE, GARANTINDO PREÇO E QUALIDADE

A empresa Casa de Carne Boi de Ouro remando na contramão da crise vem crescendo vertiginosamente no quesito alta demanda de clientela.    De segunda  a domingo o movimento tem sido intenso na maioria  das vezes com formação de filas no ato do pagamento do produto no caixa.

A opinião dos e das clientes sintetizam esse diferencial de mercado. 

Transparência, qualidade, preço acessível sem redução  da qualidade do produto além do atendimento eficiente que coloca o cliente em primeiro lugar.

opção de carne assada

Mas a empresa ai vai mais longe ainda, além de oferecer preço e qualidade, faz promoção e descontos especiais que nenhum outro concorrente consegue fazer.

O lema da empresa não apenas vender, mas cativar o freguês para que todos possam se sentir tranquilos em retornar as compras reiteradas vezes e isso já é uma praxe na Casa de carne Boi do Ouro em Itaituba, conforme você pode conferir abaixo nas promoções.

AUDIENCIA PÚBLICA COLOCA EM DEBATE O COMPROMISSO DAS EMPRESAS INSTALADAS EM MIRITITUBA QUANTO A GERAÇÃO DE EMPREGO E RENDA.



Peninha solicitou audiência

Para encontrar solução e forçar as empresas investidoras de Miritituba a priorizarem mão de obra local, o vereador Luiz Fernando Sadeck  (PMDB) solicitou uma audiência Pública para essa quinta feira dia 23, com a presença de entidade de classes e população em geral. Com o plenário da Câmara lotado vários temas relacionados à questão emprego/desemprego foram colocadas em pauta. 
Plenária da Câmara lotou

 Representando todas as empresas que fazem parte da Amport    (antiga ATAP) entre elas Bunge,  Cargill, Hidrovias, Marcos Vinólio apresentou números sobre empregos e investimentos em Itaituba desde que o projeto de implantação de portos passou a ser executado.
Representante das empresas na audiência
 
Marcos, disse que neste período as empresas juntas geram atualmente cera de 801 empregos diretos, o que equivale a 88%  que de insumos gerais foram comprados aqui em Itaituba o total de 68,777 (Sessenta e oito milhões, Setecentos e setenta e sete mil reais)o que tem ajudado o aquecimento da economia. 

Além dos empregos e dos investimentos, Marcos Vinólio enfatizou a realização de ursos de geração de renda voltada para famílias em Miritituba tais como de corte e costura, cabelo, pintura em tecidos, manuseio em tecidos entre outros.
CDLe ACI PRESENTES NA AUDIÊNCIA


Quanto à contratação de mão de obra local o representante das empresas na audiência disse o grande problema é que aqui tem muitos bons profissionais que não tem diploma para comprovação de sua atividade, e para minimizar esse quadro negativo as empresas estão realizando cursos profissionalizantes de Operador de retroescavadeira,  eletricista industrial, empilhadeira,  com apoio do Senai e outros órgãos que participam das capacitações.
 
FABRICIO DENUNCIOU CALOTE DE TERCEIRIZADAS E PEDIU PROVIDÊNCIAS
  Sobre critério de contratações explicou que cada empresa tem suas próprias estratégias e que os currículos são selecionados no escritório da empresa Ambientare  em Miritituba.
 
ENTIDADES PRESENTES NA AUDIÊNCIA

EMPRESAS TERCEIRIZADAS DANDO CALOTES EM ITAITUBA- O presidente da Associação Comercial de Itaituba, Fabrício Schuber denunciou na tribuna que algumas empresas terceirizadas que prestam serviços para as empresas de Miritituba estão dando calotes no comércio local dando exemplo de uma empresa de Itaituba que trabalha com confecções de uniformes que recebeu só a metade do que foi combinado pela empresa que contratou os serviços e depois escafedeu-se


Para acabar com esse problema Fabricio sugeriu que as empresas terceirizadas tenham escritórios instalados aqui em Itaituba, o que dará mais segurança as empresas locais.  Conclamou também as empresas de Itaituba para que se associem na ACI para fortalecer mais ainda a luta da entidade na defesa dos interesses de seus associados.  Fabricio alertou  para os prejuízos que Itaituba tem tido por não contar com o sistema S (Sesi, Senai, SENAC) que poderiam contribuir para qualificar a mão de obra local com seus cursos que são de alto nível e de referência nacional.


SINE CLANDESTINO NACIONALMENTE-   Como uma cidade que abriga um dos maiores projetos de investimentos do Brasil pode pensar  em desenvolvimento se há precariedade em coisas básicas mais essenciais enquanto ferramenta para o progresso?  Foi à própria coordenadora do SINE em Itaituba, Elke Portela quem na audiência tornou público que o SINE de Itaituba hoje está clandestino fora do sistema nacional.  Ou seja, quem cadastra seu currículo aqui fica só por aqui mesmo sem visibilidade para empresas fora de nosso município.


 Nesse sentido pediu apoio para que o SINE de Itaituba possa se conectar nacionalmente. Cobrou posicionamento das empresas pela falta de oportunidade as pessoas da região, calculando que dos atuais seis mil cadastros deixados no SINE quase nada tem sido absorvido pelas empresas que estão instaladas e outras em fase de implantação em Miritituba.  Criticou também as empresas locais que segundo ela pouco também contratam através do cadastro do SINE, reiterando que Itaituba pode ter carências em alguns setores, mas aqui há muita gente qualificada e preparada profissionalmente para ser contratada. 

Sobre a cobrança de experiência profissional ELKE disse que as empresas deveriam ser mais flexíveis e dar oportunidade para que as pessoas possam comprovar seu valor, mostrar sua capacidade já que muitos estão recém-formados egressos das faculdades e cursos profissionalizantes, mas não entram no mercado porque não tem ainda a devida experiência.

Para o Coordenador da audiência vereador Peninha a presença das entidades e o plenário lotado é um prenuncio positivo de que de fato esse drama de desemprego no mercado local possa se revertido, já que considera muito pequeno ainda a demanda que está sendo absorvida pelas empresas instaladas em Miritituba.   


Participaram da audiência também os vereadores Daniel do Posto dado, dadinho, Peninha,  Ze Beloni,  Diego Mota, Davi Salomão, Antônia do Borroló e todos falaram em prol da geração de emprego e renda para pessoas daqui de Itaituba e região, tendo em vista que o índice de desempregados aqui é muito elevado. O prefeito Valmir Clímaco foi representado no evento pelo procurador do Município advogado Dr. Cajado.

Texto e fotos- Nazareno Santos- Editor deste blog e do jornal impresso Tribuna do Tapajós